18/06/2017 17h31 - Atualizado em 18/06/2017 17h39

João Vanes destaca “trabalho conjunto” na presidência da Câmara de Jaguaré

Atuando no quarto mandato de vereador, João Vanes dos Santos (SD) afirma que se sente honrado com “o desafio” a ele confiado pelos colegas parlamentares de presidir a Câmara Municipal de Jaguaré. “Como vereador, eu sempre desenvolvi os meus mandatos com um olhar diferenciado para a população mais carente. E, agora, como presidente da Câmara, tenho feito um trabalho em conjunto com a maioria dos vereadores”, afirma João Vanes, comemorando os resultados alcançados nesses primeiros meses de gestão.

Ele destaca que, ao assumir o comando do Legislativo, procurou fazer alguns ajustes. O primeiro deles foi providenciar a retirada de andarilhos que ocupavam indevidamente as dependências externas da Câmara Municipal. “Depois, instalamos o relógio de ponto, para dar mais transparência ao trabalho dos servidores, e o videomonitoramento interno e externo no prédio para reforçar a segurança e proteger o patrimônio público”, acrescenta.

Além de promover um controle interno de compras e patrimônio mais rigoroso, o presidente João Vanes frisa que trabalhou a união dos servidores da Câmara Municipal e implantou uma gestão participativa e firme: “Eu me impus, dizendo que a Câmara tem que ter um cabeça, assim como o Município tem que ter. Um Legislativo acéfalo e um Executivo acéfalo todo mundo quer tomar conta e dar ordens. Não sou um ditador, sempre procuro fazer as coisas de forma ponderada, ouvindo a pares, mas alguém tem que dar as decisões. Eu vou conduzindo por esse lado e tem dado muito certo. Ouvindo as pessoas, tomando atitude e sempre preservando o cargo que a mim foi confiado, assim como também ouço aos demais membros da Mesa Diretora”.

AÇÕES FUTURAS

João Vanes destaca que, à frente da Presidência da Câmara Municipal, pretende implantar o estacionamento privativo aos vereadores e também para os veículos da Casa, além de construir futuramente uma sala de arquivos e almoxarifado, visando buscar melhorias para os trabalhos dos servidores do Legislativo. “Queremos também melhorar a refrigeração do plenário, instalar microfones e som com melhor qualidade, visando atender ao público que assiste às sessões, tanto no plenário quanto via YouTube e Facebook. Tenho outras boas ideias que, no decorrer desses dois anos, pretendo implantar, se Deus quiser”.

Ao falar da atuação como vereador, ele destaca a aprovação do projeto de lei, em parceria com Jair Sandrini (PSB), para beneficiar os pacientes carentes atendidos, nos fins de semana, na Unidade Mista de Internação. Relata que, geralmente, eles são atendidos, recebem a receita médica e, quando não tem recursos, esperam até segunda-feira para terem acesso ao remédio, porque é quando abre a Farmácia Básica. “Queremos que a unidade já disponha desses remédios, para que o médico, ao prescrever, já forneça ao paciente e ele inicie o tratamento”.

"RUBERCI MONTOU EQUIPE COM ADVERSÁRIOS" 

Com relação à situação atual do Executivo, com o afastamento por 90 dias do prefeito Rogério Feitani (PMN) e a posse do vice-prefeito Ruberci Casagrande (DEM), João Vanes destaca que foi elaborado um ofício assinado por todos os vereadores, solicitando cautela ao novo gestor, “a fim de que não causasse mudanças abruptas no Município”.

O presidente afirma, no entanto, que Ruberci não ouviu a Câmara Municipal quanto à recomendação dos vereadores: “Nós, como Poder Legislativo, não vamos interferir de forma alguma no trabalho dele, mas a harmonia que existe entre os poderes, poderia ter sido respeitada”. Ele destaca também que o prefeito interino, “ao invés de ter montado sua equipe com pessoas que participaram da nossa campanha e nossa coligação, acabou inserindo na equipe de governo várias pessoas que foram adversários políticos nas eleições”.

AÇÃO SOCIAL

João Vanes avalia que a atitude de Ruberci Casagrande “demonstra total desrespeito com aqueles de ‘deram a vida’ para eleger a chapa eleita e, agora, foram desprestigiadas”. Cita como exemplo o caso “do suplente Eliseu Ribeiro, que teve mais de 500 votos e foi substituído na Secretaria de Ação Social por um desconhecido do Município de São Mateus”.

POR ANDRÉ OLIVEIRA|PORTAL SBN

PUBLICADO NO JORNAL SBN - EDIÇÃO 001

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Nome

Comentário

c4e12

Facebook

Vídeos

Outras Notícias