'A mim me dói', diz médica após vídeos com declarações de Bolsonaro serem exibidos na CPI

'A mim me dói', diz médica após vídeos com declarações de Bolsonaro serem exibidos na CPI
07 junho 16:33 2021 Imprimir notícia
Destaque Política

Durante seu depoimento na CPI da Covid, nesta quarta-feira, a médica Luana Araújo afirmou que é impossível não sofrer impacto quase emocional após assistir vídeos de Jair Bolsonaro minimizando a pandemia. O material foi exibido pelo senador de oposição Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Ela começou dizendo que gostaria que sua participação na CPI fosse técnica, mas em seguida disse:

— É uma situação muito difícil e muito complexa, triste para quem trabalha com infectologia, com saúde pública, para quem vê paciente, para quem testemunha as dificuldades e os horrores que a gente vem passando.

E completou:

— A mim, como médica, infectologista, epidemiologista, educadora em saúde, isso me suscita que eu preciso trabalhar mais, que eu preciso informar melhor as pessoas. A mim me parece que falta informação de qualidade. Quando obtém informação de qualidade, não é mais esse tipo de comportamento que a gente espera que aconteça. Então, a mim me dói.

Dez dias após ser anunciada, a infectologista deixou o cargo de secretária de enfrentamento ao coronavírus.

Ausência de infectologista

Ainda durante seu depoimento, Luana Araújo disse que desconhecia a existência de outro médico infectologista no Ministério da Saúde quando foi chamada para trabalhar lá. Ela deixou o ministério antes mesmo de sua nomeação ter saído. Em audiência na Câmara, o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, deu a entender que houve veto de Bolsonaro na decisão.

Indagada, durante a sessão na CPI, por que a nomeação não saiu antes de ela começar a trabalhar, Luana respondeu:

— O que me foi dito é que existe um período entre a criação da secretaria e o apostilamento de cargos para que minha nomeação pudesse ser publicada no Diário Oficial. Sairia na segunda-feira, não saiu. Sairia na terça, não saiu. Na quarta-feira eu entendi [que não haveria nomeação]. Trabalhei normalmente. À noite fui chamada e avisada que na nomeação não sairia.

A médica ainda afirmou que "provavelmente não aceitaria" se fosse convidada hoje para o cargo, principalmente devido à exposição.

PORTAL  SBN |  COM INFORMAÇÕES DO EXTRA 

Vote: você é a favor do impeachment de Bolsonaro?

SIM

NÃO

INDECISOS

Escreva 086 abaixo
Ver resultados

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês