'Dieta da Covid': Estudo revela os alimentos que protegem contra a doença

'Dieta da Covid': Estudo revela os alimentos que protegem contra a doença
19 julho 12:46 2021 Imprimir notícia
Saúde

Segundo a pesquisa realizada por investigadores da universidade King's College, em Londres, no Reino Unido, de modo a evitar a Covid-19 é recomendado o consumo de alimentos como salmão, aveia e leguminosas, e evitar uma dieta baseada em carnes processadas, pão branco e doces. 

Sem grande surpresa, os acadêmicos apuraram que ingerir alimentos saudáveis está associado a um risco menor de contrair Covid-19. 

Os investigadores sublinharam que um dieta de boa qualidade melhora a saúde intestinal, o que em contrapartida otimiza a imunidade e potencialmente protege contra a Covid-19.

Os especialistas apuraram que indivíduos que optam por um regime alimentar saudável apresentam uma probabilidade 40% menor de adoecerem gravemente. 

O estudo foi baseado em dados de quase 600 mil indivíduos britânicos e norte-americanos, usando a aplicação ZOE Covid Symptom Study.

Os voluntários preencheram um questionário acerca dos alimentos que ingeriram em fevereiro de 2020, pouco antes da Covid-19 ser declarada uma pandemia.

Dos 600 mil utilizadores do aplicativo, aproximadamente 32 mil contraíram Covid.

Sendo que as suas dietas foram usadas como uma maneira de medir o risco de infeção pelo novo coronavírus.

Mais precisamente, cada pessoa do estudo ZOE foi questionada sobre o seu consumo alimentar, inquirindo com que frequência comiam 27 produtos alimentares numa semana típica, de "raramente" a "cinco ou mais vezes por dia".

Os investigadores então estratificaram os alimentos de duas maneiras, descrevendo os seus métodos num artigo pré-impresso publicado online.

Um método tinha uma pontuação entre 14 (dieta má) e 70 (dieta boa), enquanto o outro variava entre cinco (dieta má) e 15 (dieta boa).

Pontos altos foram atribuídos ao comer alimentos como: fruta; atum; vegetais; grãos integrais como aveia, muesli ou pão integral; peixes gordos, como sardinhas e salmão e leguminosas. 

Entretanto foram atribuídos pontos baixos a alimentos processados ou ricos em açúcar, sal ou ricos em gorduras não saturadas, que devem ser evitados nomeadamente: grãos refinados, tais como cereais de pequeno-almoço, massa e batatas fritas; refrigerantes; doces e sobremesas, desde bolachas, bolos, chocolate e doces; laticínios como queijo, iogurtes, queijo e gelado; ovos; carnes processadas, incluindo salsichas, bacon, fiambre, nuggets ou salgados e 'fast food'. 

Aqueles que apresentavam uma dieta mais saudável tendiam a ser mulheres, pessoas mais velhas, profissionais de saúde, com um BMI baixo, que se exercitavam e habitavam em áreas afluentes.

Este é o primeiro estudo que mostra como o consumo de uma dieta saudável reduz ativamente as chances de desenvolver a doença pandêmica.

PORTAL  SBN |  COM INFORMAÇÕES DO NOTÍCIAS AO MINUTO 

Enquete política: Na sua opinião, caso Bolsonaro e Lula cheguem ao 2º turno, em 2022, quem vence as eleições?

Lula

Bolsonaro

Escreva 638 abaixo
Ver resultados

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês