Dani Calabresa se pronuncia sobre denúncias de assédio contra Marcius Melhem

Dani Calabresa se pronuncia sobre denúncias de assédio contra Marcius Melhem
04 dezembro 19:40 2020 Imprimir notícia
Famosos

Após a grande repercussão da reportagem da "revista piauí" sobre denúncias de assédio contra Marcius Melhem, na época diretor da Globo, Dani Calabresa usou as redes sociais para se pronunciar pela primeira vez sobre o assunto. A reportagem em questão narrou, em detalhes, os assédios morais e sexuais que, não só Dani, como outras mulheres sofreram nos bastidores da emissora. Além disso, a matéria explica a dificuldade que a humorista enfrentou para conseguir denunciar o ex-diretor e ressalta que, ainda assim, Melhem saiu da Globo pela "porta da frente". Na última vez que falou sobre o assunto, Marcius Melhem negou as acusações.

No Instagram, a humorista publicou um longo texto, em uma mistura de desabafo e agradecimento. "Nunca quis ser vista como uma mulher assediada, mas pra recuperar minha saúde precisei me defender. Nunca procurei a Imprensa. Tomei as medidas cabíveis pra conseguir ajuda. Tudo é muito difícil, DÁ MEDO, vergonha, mas temos que lutar por respeito e justiça. Não passarão. Assédio é crime!", escreveu em uma publicação no Instagram.

"Obrigada pelas mensagens de apoio. Agradeço demais a Mano Miklos e a dra Mayra Cotta pelo apoio. E preciso declarar aqui todo meu amor e gratidão a Maria Clara Gueiros minha amiga do meio artístico que me apoiou desde o inicio! Que mulher maravilhosa! Amorosa! Justa! (E hilária!)", finalizou.

Após a repercussão do caso, segundo o colunista Fefito, a Globo cancelou os programas criados pelo comediante. Além disso, famosos como Mauricio Meirelles, Marcelo Adnet, Fabiula Nascimento, Hugo Gloss, Fernanda Gentil e Monica Iozzi publicaram mensagens de solidariedade à humorista.
Relembre o caso

Em outubro, em uma reportagem da "Folha de São Paulo", a advogada Mayra Cotta, que cuida da defesa dessas atrizes que denunciam o assédio de Marcius, disse que Melhem teria comportamento agressivo com as mulheres, além de trancá-las em salas e tentar agarrá-las contra a vontade. Em seguida, o ex-diretor enviou uma carta ao jornal negando as acusações. "Estou disposto a reconhecer meus erros, pedir desculpas e, se possível, reparar pessoas que eu tenha de qualquer forma magoado. Quero enfrentar isso com verdade e humanidade e me expor se for preciso. Mas mesmo abraçando profissionalmente a causa feminista, ainda combato o machismo dentro de mim, erro, posso ter relações que magoem. Tento melhorar e aprender. E queria muito falar sobre isso", escreveu.

Nesta sexta-feira, uma reportagem da "revista piaui" detalhou casos de assédio sexual do humorista. A matéria evidencia perseguição contra a atriz Dani Calabresa, caso que levou à queda de Melhem da Rede Globo, mas não teve os detalhes divulgados anteriormente. A reportagem relembra as mudanças sofridas pelo programa "Zorra Total", que virou apenas "Zorra" em 2015, passando a ter " uma linguagem politicamente correta, mais ágil, inteligente e contemporânea". Quem estava por trás dessa reformulação era o humorista Marcius Melhem., que em uma noite de 2017, para comemorar o 100º episódio decidiu dar uma festa para os participantes do elenco, no bar Vizinha 123, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Na ocasião, ele teria tentado beijar e agarrar a humorista.

A reportagem ainda fala que Melhem teria debochado dos casos de assédio e relatou a dificuldade que Dani encontrou dentro da empresa para denunciar o ex-diretor. Quando o caso vazou para a imprensa, Melhem deixou a emissora, porém, os envolvidos nas denúncias ficaram indignados pela Globo não ter citado os assédios praticados por Marcius. 
Programas são retirados do ar

Após a repercussão desta sexta-feira, segundo o colunista Fefito, o canal de televisão cancelou os programas criados pelo comediante. O "Fora de Hora", criação de Melhem, já estava com a segunda temporada confirmada, mas foi cancelado. Marcius já não gravou como Seu Boneco a temporada atual de "Escolinha do Professor Raimundo" e o programa deve ser encerrado este ano também. O quadro do "Fantástico" "Isso a Globo Não Mostra", que era supervisionado pelo comediante, também não terá novas edições.
O Canal Viva, que faz parte do Grupo Globo, também estaria se afastando da imagem de Marcius Melhem. A emissora tirou da grade de programação "Os Caras de Pau", que o acusado de assédio estrela ao lado de Leandro Hassum.

Famosos demonstram apoio

Nas redes sociais, dezenas de celebridades demonstraram apoio à Dani. Foi o caso de Mauricio Meirelles, Marcelo Adnet, Fabiula Nascimento, Hugo Gloss, Fernanda Gentil, Monica Iozzi, dentre outros. O ex-marido da humorista, por exemplo, disse que "fez o mínimo" ao ficar ao lado das vítimas. Já Fernanda Gentil parabenizou Dani pela força e coragem ao denunciar o caso. 

PORTAL  SBN | COM INFORMAÇÕES DO O DIA 

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês