Imprensa internacional repercute exame positivo de Bolsonaro para a covid-19

Imprensa internacional repercute exame positivo de Bolsonaro para a covid-19
07 julho 14:44 2020 Imprimir notícia
Mundo

Jornais estrangeiros noticiaram com destaque o teste positivo do presidente Jair Bolsonaro para a covid-19. Nos Estados Unidos e na Europa, as principais publicações lembraram que ele tem minimizado a gravidade da pandemia, se nega a usar máscara e que esteve recentemente com ministros em um almoço com o embaixador americano em Brasília.

Ao falar sobre o exame de Bolsonaro, o jornal britânico “Financial Times” afirmou que o presidente brasileiro “há muito nega a seriedade da pandemia e participa de numerosos comícios em eventos sem precauções, como usar uma máscara”.

O “FT” também citou o almoço entre Bolsonaro, ministros do governo brasileiro e o embaixador americano em Brasília, Todd Chapman, no sábado, para celebrar o Dia da Independência dos EUA.

Já o jornal americano “The Wall Street Journal” disse que o presidente brasileiro é um dos mais proeminentes líderes mundiais a “minimizar a gravidade” da pandemia de covid-19.

Os dois jornais destacaram frases de Bolsonaro ao anunciar o resultado positivo do exame. “A vida continua, o Brasil tem que produzir”, escreveu o “WSJ”, citando o presidente brasileiro.

A notícia do teste de Bolsonaro ganhou a manchete do site do “The New York Times”. Já no título, o principal jornal americano afirma que o presidente brasileiro contraiu o vírus depois de “rejeitar precauções”.

Capa do site do NYT com a notícia sobre o teste positivo de Bolsonaro para covid-19 na manchete — Foto: Reprodução/NYT

O “Times”, assim como o “WSJ”, também destacou o fato de Bolsonaro ter informado que está sendo medicado com hidroxicloroquina, um remédio promovido por Donald Trump cuja eficácia contra a covid-19 não foi comprovada em estudos realizados por diversos países.

Já o jornal espanhol “El País” disse que o exame positivo de Bolsonaro pode ter “efeitos imprevisíveis para seu entorno”.

“Bolsonaro esteve na casa do embaixador dos Estados Unidos em Brasília, Todd Chapman, acompanhado de ministros e militares para celebrar a independência americana. As fotos publicadas nas redes sociais o mostravam abraçado com seu ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo”, escreveu o “El País”.

Ministros e assessores que participaram do almoço estão sendo testados para a doença. O exame do ministro da Casa Civil, Walter Braga Netto, deu negativo, segundo disse sua assessoria ao Valor. A embaixada dos EUA também informou que Chapman já se submeteu ao teste para detectar a doença.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DO VALOR

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês