Jovem de 17 anos é morta a facadas após briga com cunhado

Jovem de 17 anos é morta a facadas após briga com cunhado
30 março 10:06 2021 Imprimir notícia
Polícia

Uma adolescente de 17 anos foi morta a facadas na noite de sábado (27/3) em Americana (SP). A Guarda Municipal prendeu o cunhado dela, de 22 anos e que admitiu o crime, segundo a corporação, além do companheiro, que tem 26 anos, por omissão, já que presenciou a morte e não tentou impedir. Segundo o pai da vítima, o feminicídio ocorreu na frente da neta dele, de 2 anos.

Uma equipe da guarda fazia patrulhamento pela Praça da Fraternidade quando foi informada de que havia uma briga na Rua Serra da Saudade, no Parque da Liberdade. Ao chegar no local, os guardas encontraram a jovem no chão, com hematomas e perfurações pelo corpo. Ela foi identificada como Kauane Cordeiro de Campos.

Ao ver a viatura, o cunhado dela, Jorge Luis da Silva Toledo, jogou uma faca no chão e ajoelhou-se com as mãos na cabeça. Ele relatou para os guardas que estava bebendo com a cunhada e o irmão e teria convidado, em tom de brincadeira, o rapaz para ir a uma festa com ele.

A cunhada não teria gostado do convite ao marido e desferido um soco no rosto do cunhado, que reagiu com uma faca e tentou acertar a jovem. Segundo o relato do rapaz aos guardas, a adolescente entrou em casa e também pegou uma faca. Os dois continuaram a briga do lado de fora e ele a acertou no ombro esquerdo e no tórax.

Segundo a Guarda Municipal, o marido da vítima acompanhou todo o caso, mas não evitou a agressão contra a companheira. A adolescente chegou a ser encaminhada para o Hospital Municipal Dr. Waldemar Tebaldi, onde um médico constatou a morte. Além dos ferimentos de faca, ela estava com vários hematomas no corpo.

Tanto o cunhado quanto o companheiro da vítima foram levados para a Central de Polícia Judiciária e, segundo a guarda, encaminhados a uma cadeia pública após o registro da ocorrência.

'Em choque', diz pai

"Estou sem palavras ainda, porque a gente está em choque com o que aconteceu (...) Pelo que os vizinhos falaram, foi na frente da minha netinha mesmo", afirma o pai da vítima, Anderson de Campos.

O crime gerou revolta nos moradores do bairro. "De repente escutamos bombeiro, polícia, aquela confusão toda. A gente saiu para fora e viu a cena de longe. Foi muito aterrorizante. Uma jovem, a vida toda pela frente..." , lamenta um homem que não quis se identificar.

O pai de Kauane relata que o marido dela, Douglas da Silva dos Santos, era agressivo e já tinha, inclusive, a agredido. "O próprio marido dela já tinha tentado matar ela duas vezes dando pauladas. E ameaças", lembrou.

Anderson de Campos pede que o caso seja investigado pela Polícia Civil para que haja uma conclusão sobre os motivos. Este foi o primeiro feminicídio de Americana em 2021.

PORTAL  SBN |  COM INFORMAÇÕES DO G1 

Vote na enquete: Você concorda com a convocação de governadores e prefeitos para a CPI da Covid?

SIM

NÃO

Escreva 964 abaixo
Ver resultados

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês