Mãe salva filho cadeirante do fogo e pede ajuda para reconstruir casa no MS

Mãe salva filho cadeirante do fogo e pede ajuda para reconstruir casa no MS
12 fevereiro 08:23 2021 Imprimir notícia
Espírito Santo

Margarida dos Santos, de 57 anos, perdeu a casa em um incêndio, em Campo Grande. A diarista, que é mãe de um garoto com deficiência física, não teve outro pensamento quando viu as primeiras chamas: salvar o filho. A casa de Margarida ficou completamente destruída, eles perderam móveis e o teto da residência veio ao chão por causa do fogo.

O incêndio teria começado na madrugada do dia 4 de fevereiro. O filho de Margarida não estava se sentindo bem, então os dois estavam acordados quando o fato aconteceu. As primeiras chamas foram vistas por volta das 4 horas e se alastraram rapidamente por toda a casa. "O teto afundou, foi tudo muito rápido. Não ficou nada, tudo foi destruído", relembra Margarida.

Margarida disse ao G1 que perdeu documentos, todos os móveis e a casa ficou inabitável. Segundo a moradora e as informações do corpo de Bombeiros, o incêndio teria começado na parte da fiação elétrica da casa. Após ver as primeira chamas, Margarida pegou o filho, o colocou na cadeira de rodas e conseguiu agarrar algumas fraldas que estavam próximas.

"Eu não sei onde achei tanta força, ele é magro, mas é pesado. Peguei ele, coloquei na cadeira de rodas e juntei algumas coisas que estavam por ali. Começou a estralar, tudo. Eu peguei a cadeira e saí. Tinha alguns degraus, me joguei com o meu filho, pensei que cairíamos, mas não, sai correndo e comecei a chamar os vizinhos", com os olhos cheios de lágrimas, Margarida relembra a cena triste.

A residência que é de aluguel, era o lar da família de Margarida há 14 anos. Após o incêndio, eles estão abrigados na casa de uma amiga, próximo a casa que pegou fogo. A família que tem dificuldade financeira, conta com a ajuda e doações.

Ajuda

Diante de tudo que aconteceu, Margarida faz um único pedido: "Preciso de ajuda para arrumar a minha casa. O ato de ajudar é o grande amor do ser humano". Quem quiser ajudar a família, basta ligar para o celular da diarista - contato: (67) 9 9179-0999.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DO G1

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês