Modelo apanha de influencer ao vivo para 680 mil pessoas

 Modelo apanha de influencer ao vivo para 680 mil pessoas
19 outubro 20:17 2020 Imprimir notícia
Mundo

A modelo russa Alena Efremova foi brutalmente agredida e deixada ensanguentada pelo popular streamer Andrey Burim, mais conhecido como Mellstroy, durante uma festa de influencers digitais. As cenas do ataque foram transmitidas para os 680.000 inscritos que acompanhavam o evento, que viram Alena ter seu pescoço ser agarrado pelo influencer, que depois bateu sua cabeça repetidas vezes contra o tampo de uma mesa. A cena ocorria enquanto outras pessoas continuavam a conversar no fundo, alheias ao que estava acontecendo.

No vídeo, Alena, Andrey e outra moça aparecem conversando em uma mesa e a cena está sendo transmitida ao vivo. O rapaz parece se exaltar pegando no rosto da modelo que aparenta já saber no que aquilo ia acabar. O rapaz então fica mais transtornado, como se isso fosse possível, agita a cebeça da mulher e bate com seu rosto diversas vezes contra a mesa.

A acompanhante e mais uma pessoa fora de cena tenta separá-los sem muito sucesso, até que ele levanta, a empurra na cadeira e, posteriormente, quando ela também levanta, a empurra violentamente mais uma vez. Finda a agressão, a moça tenta tirar satisfações com o agressor, que ri, xinga e continua sentado bebendo algo de uma xícara.

Burim, cujos vídeos registraram cerca 32,5 milhões de visualizações, foi bloqueado no YouTube e a polícia russa investiga a transmissão da agressão ocorrida noite passada. Efremova, que acabou com diversas escoriações no rosto e cortes na boca e lábios se pronunciou: "Mellstroy me bateu na noite passada e me humilhou publicamente em sua transmissão. Eu só quero que ele seja punido por isso, para que isso não aconteça com nenhuma (outra) pessoa". Sobre os chocantes ferimentos na boca, a modelo explicou que seu aparelho fixo acabou quebrando e deixando "uma bagunça sangrenta de ferro na minha boca, sangue e pedaços de pele rasgada".

"Estou profundamente aflita, meus membros estão tremendo, parece que minha cabeça está partindo ao meio com qualquer movimento", falou a modelo em vídeo enquanto procurava ajuda para tratar os ferimentos. Efremova, que também é influencer e conta com 20.000 seguidores, acrescentou que "nem uma única pessoa normal que se respeite permanecerá sendo sua audiência [de Burim]". Ela chamou outras pessoas que sofreram alguma forma de agressão por parte do streamer em suas transmissões ao vivo para contatá-la e buscar "uma ação coletiva".

O especialista Vadim Manukyan, da comissão de mídia da Câmara Pública da Rússia, chamou a filmagem de "uma desgraça absoluta". O ativista Mikhail Netsvetaev pediu à promotoria para bloquear o canal de Mellstroy no YouTube. A polícia de Bielorrússia, local de Burim, estaria procurando-o por suposto abuso online de vítimas menores de idade.

PORTAL  SBN  | COM INFORMAÇÕES DA REVISTA MONET 

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês