Motorista de aplicativo, de 37 anos, leva tiro no peito durante um assalto

Motorista de aplicativo, de 37 anos, leva  tiro no peito durante um assalto
24 julho 07:39 2019 Imprimir notícia
Polícia

Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Um motorista de aplicativo, de 37 anos, levou um tiro no peito durante um assalto, por volta de 5h30 desta quarta-feira (24/07), enquanto esperava um ônibus, no bairro José de Anchieta, na Serra, região da Grande Vitória. A vítima foi levada em um ônibus do sistema Transcol para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Carapina. O caso é investigado como roubo seguido de tentativa de assassinato.

Bruno Ramos Bins estava em um ponto de ônibus do bairro São José de Anchieta esperando o coletivo para ir ao trabalho quando criminosos chegaram em um carro prata.

Os suspeitos saíram do carro e abordaram os passageiros que estavam no ponto. Os criminosos levaram o celular de uma pessoa e a mochila de Bruno. Depois do roubo, um deles disparou contra o peito do motorista de aplicativo.

Depois que os criminosos fugiram, um ônibus passou pelo ponto e um colega de trabalho do homem estava dentro do coletivo. O cobrador viu Bruno caído com o uniforme da empresa e avisou ao colega de trabalho que estava no Transcol. Eles decidiram colocar a vítima dentro do ônibus e levaram ele para a UPA de Carapina, onde recebeu o primeiro atendimento.


Mesmo ferido, o motorista ligou para a esposa, Kathiane Pulchera Bins, e contou o que tinha acontecido. A esposa avisou para a família que foi até o setor de Urgência e Emergência do hospital Jayme Santos Neves, para onde ele foi transferido. O casal tem um filho de 9 anos e uma bebê de três meses.

Estado de Saúde

O motorista foi transferido para o hospital Jayme Santos neves, também na Serra. O médico chefe do plantão, Heldher Carvalho, explicou que o tiro passou muito próximo do coração. Ele contou que conhece Bruno há muitos anos e que eles já trabalharam juntos quando a vítima foi motorista de ambulância. O médico explicou que o tiro passou muito próximo do coração.


“A gente trabalhou junto. Trabalhou em urgência e emergência. tudo o que eu passou próximo do coração e não teve uma lesão mais grave , ele está sendo levado para o centro cirúrgico para passar uma revisão da lesão”.

A irmã dele contou que Bruno está estável e vai ficar em observação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Investigação

A Polícia Civil informou que o caso foi registrado como tentativa de latrocínio. O caso seguirá sob investigação da Delegacia de Segurança Patrimonial (DSP). Até o momento, a autoria e motivação são desconhecidas.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES G1 ES

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês