Namorado de jovem morta em acidente no ES recebe alta após 10 dias internado

Namorado de jovem morta em acidente no ES recebe alta após 10 dias internado
28 abril 10:33 2021 Imprimir notícia
Espírito Santo

Depois de 10 dias internado, o jovem Matheus José da Silva, de 23 anos, que ficou ferido em um acidente grave com a namorada, recebeu alta hospitalar nesta terça-feira (27/4) em Vitória. A namorada dele, Amanda Marques Pinto, de 20 anos, morreu no momento da batida.

Matheus guiava a moto onde estava com a namorada quando foram atingidos por um carro na Rodovia Darly Santos, em Vila Velha, na Grande Vitória, na noite do dia 17.

Somente oito dias depois do acidente, o irmão de Matheus, acompanhado de uma psicóloga, contou que a namorada havia morrido, depois do jovem perguntar diversas vezes sobre Amanda.

O motorista que estava no carro era Wagner Nunes de Paulo, de 28 anos. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para o Centro de Triagem de Viana. Wagner foi aprovado no concurso da Polícia Militar realizado em 2018.

Matheus ficou internado no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE) e terá que fazer acompanhamento usando um colete para firmar a coluna por três meses, pois o acidente provocou uma lesão em uma das vértebras. Somente após esse período será possível avaliar a possibilidade de uma cirurgia.

Acidente

O casal Amanda e Matheus tinha saído da casa da mãe da jovem, no bairro Jockey, também em Vila Velha, e seguia de moto na direção da Avenida Carlos Lindenberg quando foi atingido por um carro que seguia atrás, no mesmo sentido. Segundo testemunhas, o carro estava em alta velocidade.

Amanda morreu na hora. De acordo com a Polícia Militar, o motorista do carro se recusou a fazer o teste do bafômetro.

O motorista do carro foi autuado em flagrante por homicídio culposo na direção de veículo automotor. Em audiência de custódia, a Justiça manteve a prisão do suspeito, convertendo em preventiva.

Ramon Coelho Almeida, advogado do motorista, disse que o cliente se recusou a fazer o teste do bafômetro no local sem pensar. Por estar perplexo com a situação, segundo o advogado, ele não tinha orientação e não pensou nas consequências. O advogado disse que o cliente relatou que depois não lhe foi oferecido outro exame.

O advogado disse ainda que o motorista não havia bebido antes do acidente e que de acordo com os autos, com os guardas municipais e com policiais militares, Wagner não apresentava nenhuma característica de embriaguez, não tinha andar cambaleante e nem odor alcoólico.

Ramon Coelho disse que em respeito a dor das famílias não vai mais se manifestar e só vai falar no decorrer dos autos.

PORTAL  SBN 

Vote: Em quem você votaria para presidente se a eleição fosse hoje?

JAIR BOLSONARO

LUÍS INÁCIO LULA

CIRO GOMES

SÉRGIO MORO

Escreva 651 abaixo
Ver resultados

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês