Pai é indiciado por envenenar bebê e ex-mulher em Santa Catarina

Pai é indiciado por envenenar bebê e ex-mulher em Santa Catarina
22 outubro 15:40 2020 Imprimir notícia
Polícia

A Polícia Civil de Itapema, no Litoral Norte catarinense, indiciou o homem suspeito de matar Josiele Lopes, 36 anos, e o filho dela, de 3 meses, em setembro. Com a conclusão do inquérito na segunda-feira (19/10), também foi solicitada a prisão preventiva do suspeito, de 34 anos.

Segundo as investigações, ele teria envenenado a ex-companheira na cidade de Itapema e enterrado os corpos no município de Rio dos Cedros. A distância entre as cidades é de 118 quilômetros. A polícia aponta que os crimes ocorreram porque a vítima teria pedido a separação.

Josiele e o filho foram encontrados pela polícia em 23 de setembro, mas estavam desaparecidos desde o dia 15 do mesmo mês. As vítimas, assim como o suspeito, moravam no Litoral Norte. O homem confessou o crime e está preso desde o dia 23 de setembro.

Segundo o delegado Diogo Medeiros, após envenenar Josiele, o bebê mamou e foi contaminado. Para a polícia, o ato configura um agravante aos homicídios. Foram adicionados ao indiciamento as qualificadoras de motivo torpe e de não possibilidade de defesa das vítimas.

No homicídio contra a ex-companheira, Souza irá responder por feminicídio. Além disso, ele foi indiciado pela ocultação de cadáver.

MPSC aguarda laudos

Apesar da conclusão do inquérito, o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) aguarda perícias e laudos sobre o caso. Os documentos que vão detalhar as causas da morte devem demorar até dois meses por conta da complexidade.

Conforme o delegado, o suspeito ainda pode ser submetido a um teste de paternidade.

“Ele disse que não queria matar o bebê, mas que foi porque o bebê mamou e também foi envenenado, mas ele até disse que tinha raiva e não sabia se era pai da criança. Estamos vendo com a advogada [a possibilidade do exame]”, afirmou Medeiros.

Investigação

No dia 15 de setembro, Souza teria colocado veneno na comida que ofereceu à ex-mulher. Aquele seria o último dia dele na casa, segundo o acordo do ex-casal. Depois de comer, Josiele teria amamentado o bebê.

Na cronologia do crime, a polícia afirma que a vítima passou mal e pediu que o homem a levasse ao hospital. Ele desviou a rota e seguiu em direção a Rio dos Cedros. “A premeditação não é uma qualificadora, mas acontece. Ele encheu o tanque do carro premeditadamente”, disse o delegado.

PORTAL  SBN

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês