Policial que assassinou executiva Sarah Everard, de 33, é condenado à prisão perpétua

Policial que assassinou executiva Sarah Everard, de 33, é condenado à prisão perpétua
01 outubro 09:22 2021 Imprimir notícia
Mundo

O oficial da Polícia Metropolitana de Londres Wayne Couzens foi condenado à prisão perpétua nesta quinta-feira pelo assassinato de Sarah Everard. A mulher de 33 anos foi sequestrada quando voltava da casa de um amigo em Clapham, no sul de Londres, em 3 de março.

Antes da sentença de Couzens, o juiz disse que as circunstâncias do caso foram "devastadoras, trágicas e totalmente brutais". E descreveu as circunstâncias do assassinato como "grotescas". “Você traiu sua família e não há evidências de arrependimento genuíno”, disse o magistrado a Couzens, segundo a BBC.

O juiz também considerou a gravidade do caso "excepcionalmente alta" e, por esse motivo, justificava prisão pelo resto da vida.

"O uso indevido do papel de um policial, como ocorreu neste caso para sequestrar, estuprar e assassinar uma vítima solitária, é tão grave quanto um assassinato com o objetivo de promover uma causa política, religiosa ou ideológica", disse.

Sarah foi sequestrada enquanto voltava da casa de um amigo no sul de Londres em 3 de março. Seu corpo foi encontrado mais tarde em uma floresta a cerca de 80 quilômetros de distância, no sudeste da Inglaterra. Uma autópsia concluiu que ela havia morrido em decorrência de compressão no pescoço.

Em audiência online realizada em 9 de julho, na capital britânica, Couzens já havia se declarado culpado quando questionado sobre a acusação de assassinato.

O assassinato de Sarah provocou uma onda de revolta entre mulheres que contaram suas próprias experiências e medos de andar nas ruas sozinhas à noite. A mobilização levou o primeiro-ministro Boris Johnson a prometer ações como melhoria da iluminação pública.

Após o assassinato que chocou o Reino Unido, Boris também prestou sua solidariedade aos familiares da vítima em seu Twitter. Na ocasião, ele afirmou estar "profundamente chocado e triste com os desdobramentos da investigação de Sarah Everard".

"Como todo o país, meus pensamentos estão com sua família e amigos. Devemos trabalhar rápido para encontrar todas as respostas para este crime horrível", escreveu.

PORTAL SBN | COM INFORMAÇÕES DO O GLOBO 

Vote: você é a favor do impeachment de Bolsonaro?

SIM

NÃO

INDECISOS

Escreva 463 abaixo
Ver resultados

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês