Samu 192 vai atender mais cinco municípios das regiões Serrana e do Caparaó

Samu 192 vai atender mais cinco municípios das regiões Serrana e do Caparaó
23 abril 07:29 2020 Imprimir notícia
Saúde

O governador do Estado, Renato Casagrande, anunciou, na manhã desta quinta-feira (23), a expansão do Serviço Móvel de Urgência (Samu 192) para mais cinco municípios capixabas: Santa Leopoldina, Conceição do Castelo, Laranja da Terra, Ibatiba e Domingos Martins. Este último passa a ter uma base e ambulância próprias. A medida deve beneficiar cerca de 100 mil pessoas, que passarão a ser atendidas pelo Samu. O serviço de urgência e emergência cobre agora 56% da população do Espírito Santo.

Casagrande celebrou a expansão dos serviços, principalmente, no momento que atravessamos. “É um serviço público de saúde para que possamos dar segurança aos nossos capixabas, especialmente nesta hora emque enfrentamos uma pandemia, quando o atendimento necessita ser mais rápido. Também é importante quando temos profissionais treinados e qualificados para atender a população. É muito bom poder dar esse passo para a melhoria da saúde pública do nosso Estado”, apontou.

A solenidade foi realizada no Palácio Anchieta e teve a presença de poucas pessoas, seguindo a recomendação das autoridades de saúde para evitar aglomerações. Estiveram presentes os prefeitos dos municípios contemplados: Vavá Coutinho (Santa Leopoldina); Christiano Spadetto (Conceição do Castelo); JosafáStorch (Laranja da Terra); Luciano Pingo (Ibatiba); e WanzeteKruger (Domingos Martins), além do secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes; e da coordenadora geral do Samu 192, JuliannaVaillant Louzada Oliveira.

Durante sua fala, o governador também frisou a importância do trabalho dos municípios no combate ao novo Coronavírus (Covid-19). “Esses cinco municípios estão hoje no risco baixo e moderado e, para assim permanecerem, têm que ter um acompanhamento da equipe de saúde de cada município. Se for para o risco alto já temos que impor restrições. Por isso, é bom que a gente compreenda a importância de um acompanhamento na base, nas comunidades e que o município possa ajudar nesse combate ao coronavírus”, afirmou Casagrande.

Com a expansão do serviço, o Governo do Estado visa a oferecer um atendimento pré-hospitalar móvel no menor tempo possível para a população desses municípios, reduzindo o índice de sequelas e de mortalidade nas situações em que o socorro for acionado. Outro benefício é o encaminhamento desses pacientes para o hospital de referência mais próximo, de acordo com a complexidade do agravo.

O Samu é um serviço de socorro gratuito, que funciona 24 horas ininterruptas, por meio da prestação de orientações e do envio de ambulâncias e equipes capacitadas para realização do atendimento. É um componente assistencial essencial na Rede de Atenção às Urgências e Emergências (RUE). O serviço pode ser acionado gratuitamente pelo telefone 192.

Cenário atual do Samu 192 no Espírito Santo

O SAMU 192 foi implantado no Espírito Santo em 2005 por meio de convênio firmado entre a Secretaria da Saúde e a Irmandade Santa Casa de Misericórdia de Vitória.

No Espírito Santo, a área de abrangência atual do SAMU 192 compreende 18 municípios: Afonso Cláudio, Anchieta, Brejetuba, Cariacica, Domingos Martins (atendido pela base de Marechal Floriano), Fundão, Guarapari, Itaguaçu, Itarana (não possui base municipal), Marechal Floriano, Piúma, Santa Maria de Jetibá, Santa Teresa, Serra, Venda Nova do Imigrante, Viana, Vila Velha e Vitória, abrangendo uma população de aproximadamente 2,2 milhões de habitantes, o que corresponde a 55% de cobertura populacional.

Além das unidades terrestres móveis de suporte básico e avançado, o Samu conta também com o apoio do Núcleo de Operações e Transportes Aéreo (NOTAER) para o resgate aeromédico, em parceria com a Secretaria da Casa Militar.

Aproximadamente 80% do custeamento são mantidos com recursos próprios e apenas 20% com recursos federais. A participação dos municípios na manutenção do Samu 192 limita-se ao custeio das despesas de utilização e conservação das bases municipais.

Quando acionar o Samu 192

- Parada cardiorrespiratória;

- Dor bem forte no peito (infarto);

- Dificuldade de respirar/engasgo;

- Suspeita de acidente vascular cerebral (derrame);

- Intoxicação (envenenamento);

- Queimadura grave;

- Choque elétrico;

- Acidente de trânsito com vítima;

- Queda grave e fratura;

- Afogamento;

- Surto psiquiátrico;

- Ferimento causado por arma de fogo ou arma branca;

- Trabalho de parto com risco de morte para a mãe ou para o bebê.

PORTAL SBN

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês