Um dos criminosos mais perigosos e procurados da Serra, ES, é preso

Um dos criminosos mais perigosos e procurados da Serra, ES, é preso
01 dezembro 22:02 2020 Imprimir notícia
Polícia

Está preso um dos homens mais perigosos e procurados do município da Serra, na Grande Vitória. Jhonathan Santos Rocha, de 22 anos, é investigado pela participação em vários crimes cometidos entre os bairros Jardim Carapina e Central Carapina, incluindo homicídios. De acordo com a polícia, ele tem envolvimento com o tráfico de drogas local.

Para a polícia, Johnatan é uma pessoa que tem "prazer em matar". O delegado Rodrigo Sandi Mori, titular da Delegacia Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) da Serra, descreveu três homicídios nos quais a participação de Jhonathan é investigada.

O primeiro deles aconteceu no dia 9 de setembro de 2019, e foi uma dupla tentativa de homicídio em Jardim Carapina.

"Na ocasião, quatro indivíduos armados encontraram um rival do tráfico na avenida principal. Começaram a efetuar disparos de arma de fogo na direção da vítima. Ela, mesmo alvejada, conseguiu correr, pular o muro de uma residência e buscar abrigo até a chegada da Polícia Militar e do socorro. Além disso, a empreitada criminosa desses indivíduos foi praticada de maneira tão irresponsável, que até uma menina de 12 anos, que se encontrava em uma rua próxima do local juntamente com sua mãe, foi atingida por um disparo de raspão na perna".

Outro crime em que a participação de Jhonathan é investigada aconteceu no dia 17 de novembro de 2019. Foi um homicídio, também em Jardim Carapina.

"Dez indivíduos armados, inclusive a vítima, efetuaram vários disparos de arma de fogo em pontos de tráfico no bairro. Após esses disparos, os dez se dirigiram a uma região de mangue situada no mesmo bairro e executaram um dos seus 'amigos' com mais de 30 disparos de arma de fogo no local".

O terceiro crime aconteceu no dia 17 de fevereiro deste ano, em Central Carapina. "Três indivíduos a bordo de um veículo foram até o bairro, avistaram a vítima e, mediante emprego de arma de fogo, obrigaram a entrar dentro do veículo. Amarraram a vítima, jogaram ela no chão, e efetuaram vários disparos de arma de fogo. Além disso, os três executores, em uma atitude inconsequente e covarde, bateram fotos antes e depois da execução da vítima e enviaram essas fotos aos familiares e amigos da vítima".

Recuperação

Jardim Carapina já foi considerado um dos bairros mais perigoso da Serra e de todo o Espírito Santo. De 2002 a 2019, foram 305 homicídios na região, uma média de 17 mortes por ano.

Porém, o delegado destacou que, de 2018 a 2019, todos os crimes foram solucionados. Vinte pessoas foram presas e seis gangues desarticulas. E como resultado desse trabalho da polícia, há um ano ninguém é assassinado em Jardim Carapina.

PORTAL  SBN | COM INFORMAÇÕES DO G1 ES 

Deixe seu comentário

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês

SIGA-NOS

Rádio Online

Rádio Online

Últimas Notícias

  • Bahia
  • Espírito Santo

Bahia

Espírito Santo

As mais lidas do mês