facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal SBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Coletivo Cores que Acolhem lança catálogo online com pinturas produzidas no Centro

Publicação será lançada nesta sexta, no site da Prefeitura Municipal de Vitória
WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Cultura - Vitória

Publicação será lançada nesta sexta, no site da Prefeitura Municipal de Vitória, reunindo textos e fotos dos dez murais temáticos produzidos pelo grupo no Centro histórico da Capital

Ao longo de quatro meses, o Coletivo Cores que Acolhem se dedicou à missão de colorir o Centro de Vitória por meio de murais temáticos inspirados nas tradições do bairro, tendo como base o diálogo com os moradores e pesquisas realizadas no Arquivo Público do Estado do Espírito Santo. O resultado pode ser conferido nos muros, casas, escadarias e praças da região, e também em um catálogo online que será disponibilizado ao público nesta sexta-feira (29), no site da Prefeitura Municipal de Vitória.

Produzido em formato de e-book, a obra leva o nome do Projeto Cores que Acolhem – Edição Colorindo o Centro de Vitória, por meio do qual os integrantes do coletivo pintaram mais de 2,7 mil metros de murais no Centro histórico da Capital, criando um corredor de arte a céu aberto que percorre os espaços públicos do bairro.

O conjunto de murais finalizados pela equipe do projeto compreende a Rua Graciano Neves, a estação de força da EDP, o Arquivo Público do Estado do Espírito Santo, a Praça da Fonte Grande, a quadra da escola de samba Unidos da Piedade, a Praça Irmã Josefa Hosanah, o muro da Cesan, a Escadaria Ranulpho Gianordoli, a Escadaria do Rosário, o Caminho da Fonte de São Benedito e a obra “Marias do Centro”, em homenagem a mulheres eternizadas na vida cultural do Espírito Santo: Maria Ortiz (1604-1646), Maria Verônica da Pas (1948-1996), Maria Stella de Novaes (1894-1981), Carmélia Maria de Souza (1936-1974) e Maria Saraiva, uma das mais tradicionais figuras populares de Vitória no final do século XIX, falecida em 1912.

Alunos

Com 69 páginas e textos de Renata Nunes, o catálogo online traz informações detalhadas sobre cada uma das obras, ricamente ilustrado com fotos e a ficha técnica das pinturas. Também merecem destaque a participação dos alunos da EMEF Álvaro de Castro Mattos, integrantes do projeto Porão a Sonhar, na pintura do mural “Água, fonte de vida e de história”; e o tour guiado com os alunos da EMEF Anacleta Schneider Lucas pelo conjunto das obras, em uma atividade que reitera a conexão entre arte e educação sempre presente nos trabalhos do Coletivo Cores que Acolhem.

Para o diretor do coletivo, Stefan Marques, este foi o maior projeto realizado pelo grupo até o presente momento. “O sentimento é de felicidade ao poder agregar essas pinturas ao Centro de Vitória. Fica a gratidão pela oportunidade de mostrar nosso trabalho e nossa arte nesse espaço, e por ter concluído o projeto com sucesso”, afirma Stefan.

Muralista e coordenadora jurídica do Coletivo Cores que Acolhem, Renata Nunes destaca a importância do trabalho em equipe para o êxito do projeto. “O principal aprendizado foi o de compreender que a gente se completa nas diferenças. Sem a união dos integrantes essa entrega não teria sido possível. O sentimento é de gratidão”, observa Renata. Ela lembra que nos próximos dias o coletivo vai estender a pintura da Escadaria do Rosário à lateral do espaço, atendendo especialmente a um pedido dos moradores.