facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal SBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Emitida primeira Nota Fiscal Eletrônica por MEI no Estado-ES

WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Tecnologia - Goverstno Do Espirito Santo

Foi emitida, na última sexta-feira (08/04/2022), a primeira Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) por Microempreendedor Individual (MEI). A venda foi feita pela empresa Online-ES, que fez a Inscrição Estadual, na quinta-feira (07/04/2022). 

Desde o dia 04 de abril, os MEIs que atuam no Espírito Santo podem fazer a Inscrição Estadual, emitir notas fiscais eletrônicas e, com isso, vender produtos para outros estados, participar de licitações e realizar vendas para e-commerce (comércio eletrônico) e grandes empresas. 

A empresa está em nome de Dafini Fricks Chaves, 31 anos, que toca a empresa junto com o marido Saulo Chaves de 39 anos. "Para nós, essa possibilidade de emitir nota fiscal é muito boa. Nosso foco é na instalação de nobreaks e ar-condicionado, mas eventualmente precisamos vender alguns produtos”, contou Saulo Chaves. “Nós temos alguns clientes grandes e a nota fiscal eletrônica nos ajuda a trabalhar melhor com esses parceiros que precisam das NF-es", acrescentou.

O responsável pela Online-ES lembrou que vem se estruturando para tentar virar Micro Empresário. "A gente tem que se preparar para crescer, não pode querer dar o passo maior que a perna. A vida do MEI já melhorou muito, mas sabemos que pode melhorar ainda mais para ajudar a estruturar os empreendedores e desenvolver a nossa economia", concluiu.

O auditor fiscal e subgerente Fiscal Lucas Calvi destaca que mais 300 empresas já fizeram a Inscrição Estadual. "Essa possibilidade de Inscrição Estadual pelos MEIs é um pedido antigo das associações do setor. Em uma semana já são 357 inscritos e acreditamos que esse número ainda irá crescer muito mais", comentou.

Lançamento

No dia 04 de abril, o Governo do Estado, por meio da Secretaria da Fazenda, em parceria com a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), organizou um evento no Palácio Anchieta, em Vitória, para apresentar a novidade aos MEIs e demais órgãos voltados para este público.

"Esse é mais um passo dado na nossa política de apoio ao empreendedorismo no Espírito Santo. No passado era mais difícil empreender. Hoje existem mais formas de crédito e com menos burocracia. Nós transformamos a Aderes em um instrumento especializado ao microempreendedor e artesãos, além de estruturamos essa área", afirmou o governador na ocasião.

Para o diretor-presidente da Aderes, Alberto Farias Gavini Filho, a possibilidade de inscrição estadual para os MEIs abrirá mais portas para os empreendedores.

"Agora o MEI poderá trabalhar de uma forma mais confortável e equilibrada com o mercado, pois mesmo tendo sua formalização, ele era impedido de exercer suas atividades em algumas áreas, um exemplo dessa desvantagem é na compra pública, pois era forçado a se transformar numa microempresa antes da sua maturidade. É por conta disso, que a gente sempre viu essa possibilidade de o MEI ter uma Inscrição Estadual como uma grande oportunidade de crescimento", comemorou.