facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal SBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Estudantes de Laranja da Terra aprendem Geografia por meio de práticas experimentais

Com os alunos organizados em semicírculo, a professora de Geografia Maria Lúcia Pizzáia, iniciou uma conversa sobre o tempo
WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Educação - Laranja Da Terra

As aulas de Geografia na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Joaquim Caetano de Paiva, localizada em Laranja da Terra, têm sido diferenciadas com a utilização de práticas experimentais. Em uma das atividades, os estudantes usaram os instrumentos termômetro e pluviômetro, para simular a construção de um climograma e, assim, compreender como é feita a coleta de dados diário da temperatura e precipitação durante o ano.

Com os alunos organizados em semicírculo, a professora de Geografia Maria Lúcia Pizzáia, iniciou uma conversa sobre o tempo. Foi perguntado como estava o tempo no dia da aula (frio, quente, nublado, chuvoso etc.), concluindo que a observação dessas características momentâneas representa o tempo atmosférico.

“Quando falamos de tempo, estamos nos referindo à observação da temperatura, da umidade do ar, da quantidade de nuvens, da insolação, num determinado momento. Assim, foram apresentadas as imagens de alguns instrumentos meteorológicos, como o pluviômetro e os termômetros internos e externos, que são de grande importância no estudo dos climas”, disse a professora de Geografia.

Para dar continuidade a aula sobre o estudo de tempo e clima, foram apresentadas algumas imagens retratando o tempo e o clima de um mesmo lugar. As imagens representavam diferentes condições do tempo atmosférico e em um mesmo clima.

“Se considerarmos a repetição das condições habituais do tempo atmosférico, ano a ano, no decorrer de um longo período, 30 anos aproximadamente, teremos as características do clima de um local. Há locais em que o clima é predominantemente quente e com poucos meses chuvosos, em outros, faz frio em alguns meses do ano, e calor em outros. O ensino de Geografia é melhor consolidado com a participação efetiva dos alunos. E as aulas práticas e experimentos permitem esse contexto”, afirmou a professora Maria Lúcia Pizzáia.

PORTAL SBN