facebook twitter youtube instagram telegram whatsapp linkedin
Portal SBN
Quarta, 20 de outubro de 2021, 16:15:21

Fapes lança edital inédito de apoio à pesquisa científica coordenada por mulheres no Estado

O Edital Fapes nº 14/2022 – Mulheres na Ciência é um convite às pesquisadoras para apresentarem propostas de projetos de pesquisa científica, desenvolvimento tecnológico e/ou de inovação
WhatsApp Telegram Facebook Twitter Linkedin
Tecnologia - Fapes

Chegou a grande oportunidade de a mulher pesquisadora mostrar mais uma vez a sua importância na Ciência, Tecnologia e Inovação e ampliar a participação nos campos científicos. O Governo do Estado, por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes), lançou um edital inédito e exclusivo para as pesquisadoras capixabas, com um investimento de R$ 1,5 milhão.

­Edital Fapes nº 14/2022 – Mulheres na Ciência  é um convite às pesquisadoras para apresentarem propostas de projetos de pesquisa científica, desenvolvimento tecnológico e/ou de inovação, nas grandes áreas de conhecimento definidas pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), que são:

Ciências Exatas e da Terra; Ciências Biológicas; Engenharias; Ciências da Saúde; Ciências Agrárias; Ciências Sociais Aplicadas; Ciências Humanas; e Linguística, Letras e Artes. Os recursos disponíveis no edital são de R$ 1,5 milhão oriundos do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Funcitec).

“Este edital é para incentivar as mulheres a serem protagonistas e líderes de projetos de pesquisa próprios. Queremos dar um maior destaque às mulheres pesquisadoras do Estado. Uma motivação para esse tipo de edital, por exemplo, é quando se avalia a mulher que é obrigada a se afastar da atividade de pesquisa quando engravida. O retorno à pesquisa é, muitas vezes, difícil e até desanimador. É aí que entra esse edital totalmente inovador no Espírito Santo. Esperamos que os bons resultados façam com que ele seja repetido nos próximos anos”, explicou a diretora-presidente da Fapes, Cristina Engel.  

Cristiane dos Santos Giuberti é pesquisadora vinculada à Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e atua no Programa de Pós-Graduação em Ciências Farmacêuticas. Para ela, o lançamento do edital é um avanço na inclusão de mais mulheres na área da pesquisa científica.

“Um edital como este é fundamental como política afirmativa para minimizar a diferença entre mulheres e homens cientistas. Sou mãe e quando descobri que estava grávida comecei a desacelerar no meu trabalho e a produção científica já começou a diminuir. Quando o período da licença maternidade acabou, nós estávamos no auge da pandemia e, com isso, fiquei sem rede de apoio para auxiliar no cuidado com o meu bebê”, disse Cristiane dos Santos Giuberti.

Ela recordou que, nesse período, as atividades laboratoriais foram paralisadas, sem geração de novos resultados para publicação. “A jornada tripla de trabalho, casa e cuidados com a criança, inviabilizou novas atividades. Fora toda a carga mental que toda mulher já carrega. Um estudo do Parent in Science diz que na pandemia da Covid-19 aumentou a publicação entre os homens e diminuiu a produção das mulheres”, acrescentou a pesquisadora.

A submissão das propostas só pode ser feita por pesquisadoras vinculadas a instituições de Ensino Superior e/ou Pesquisa públicas ou privadas, sem fins lucrativos, localizadas no Espírito Santo. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas até o dia 27 de julho. Os formulários para submissão estão disponíveis na área do edital, na plataforma SigFapes (www.sigfapes.es.gov.br).

As propostas devem ser inscritas em uma das seguintes faixas:

  1. Exclusiva para coordenadora com titulação máxima de Mestre e título obtido há mais de 5 anos e há menos de 10 anos. Valor máximo de R$ 30 mil por proposta;
  2. Exclusiva para coordenadora Doutora, com título obtido há menos de 5 anos. Valor máximo de R$ 50 mil por proposta.

Dados da Ipea e Unesco sobre a inserção de mulheres na ciência

O edital foi pensado a partir de dados oficiais revelados em 2020 pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), mostrando que as mulheres eram cerca de 54% dos estudantes de doutorado no Brasil, um aumento impressionante de 10% nas últimas duas décadas. Comparados aos dados da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em que apenas 28% dos pesquisadores do mundo são mulheres, se constatou um número pequeno de pesquisadoras na Ciência, Tecnologia e Inovação.

Com o edital exclusivo para mulheres na ciência, a Fapes busca promover ações afirmativas que estimulem a equidade entre os gêneros, conforme o Plano Estadual de Políticas para as Mulheres do Espírito Santo, além de estimular o desenvolvimento de pesquisas lideradas por mulheres no Estado.

Serviço:

Lançamento do Edital 14/2022 – Mulheres na Ciência 

Período de submissão: de 07/06 a 28/07

Site para submissão: www.sigfapes.es.gov.br

PORTAL SBN | ASCOM ES