Empreendedorismo Feminino em São Mateus/ES

Empreendedorismo Feminino em São Mateus/ES
03 dezembro 06:16 2019 Imprimir notícia

Na noite da última segunda-feira (02/12) a ONG SOS Mulheres de São Mateus em parceria com a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (ADERES) realizou o evento "Empreendedorismo Feminino", e através do "Projeto Delas" a vice-governadora foi representada, projeto este que faz parte da Agenda Mulher, proposto pela Jaqueline Moraes.

Como palestrantes, estiveram presentes Lohaine Jardim e Sônia Cleia Damasceno.

Lohaine Jardim, coordenadora de projetos da Aderes, Cientista Social e Psicanalista. Ela trouxe o empreendedorismo feminino como tema e como trabalhar ele em épocas de crise.

A segunda palestrante foi a Sônia Cleia Damasceno, coordenadora de Artesanato Capixaba, falou sobre a base conceitual do Programa Artesanato Brasileiro (PAB) em parceria com o Programa de Artesanato Capixaba (PAC), associando o tema ao empreendedorismo. Em breve oficinas serão trazidas e ofertadas em São Mateus.

O Grupo "Mulheres Arteiras" também esteve presente no evento, e a fundadora Adriana Rose da Silva explicou que apesar de ter sido criado recentemente (junho deste ano) a ideia já existia há muito tempo, pois ela percebeu que muitas mulheres vivem em modo ocioso, e na vida rotineira de cuidar da casa, crianças, etc. Ela gostaria de conseguir combater isso, e em parceria com outras oito mulheres, fundaram o grupo Mulheres Arteiras, que oferta cursos nas áreas de alimentação, pintura, costura, crochê, macrame, patchwork, entre outros.

A Adriana Vieira Silva que também é integrante deste grupo, ministra aulas na área de alimentação e artesanato. Ela disse ainda que estão promovendo workshop de artes motivacionais para apresentar às mulheres.

Localizado em Guriri, na Avenida Praiano, o grupo está de portas abertas para receber mais alunas que desejam aprender ou aprimorar talentos para gerar ou complementar a renda mensal.

O vereador Ajalírio também participou e destacou a importância da mulher, afirmando saber das dificuldades enfrentadas, pois é profissional na área da enfermagem por mais de 30 anos e lida com mulheres frequentemente.

A vereadora Jaciara compareceu, ofertando total apoio e atenção ao evento e às mulheres. Jaciara é a única vereadora dentro da câmara de São Mateus, e carrega essa bandeira em defesa das mulheres. Ela é engajada em muitos projetos que lidam com causas sociais, além de partipar de movimentos que buscam direitos iguais a todos.

Outra importante figura que se fez presente, a convite da Elisangêla (Preta), foi a Adriana Barbosa, Bacharel em Direito, Coach e Palestrante na área motivacional. Em depoimento, Adriana diz que não sabia da existência do SOS Mulheres em São Mateus, e ficou impressionada com o que viu, gostou muito do evento pois traz propostas para várias mulheres, inclusive àquelas de baixa renda que buscam por uma oportunidade de crescimento profissional. Adriana ainda fala da importância que é este evento para alavancar o empreendedorismo na cidade. "As palestrantes focaram no desenvolvimento das potencialidades e autonomia da mulher, elevando a autoestima. Lançaram várias propostas para workshops na cidade, além de cursos e feira na área do empreendedorismo. E fizeram isso com muita disposição e alegria." Finalizou.

A ONG SOS Mulheres foi fundada em 12 de maio de 2013 em São Mateus, tem como presidente a Elisângela do Nascimento, mais conhecida como Preta, e hoje conta com 72 mulheres associadas. Promovem ações sociais, e lutam pela defesa das mulheres. A meta atual é conseguir uma casa de apoio para mulheres, que sofrem de violência, depressão, ou dependência química. Preta destaca que a cidade precisa urgentemente de um IML (Instituto Médico Legal), pois com o número de casos de violência na região, é um tanto quanto constragedor levar essas mulheres para outro município para serem atendidas e examinadas. 

Atualmente o espaço cedido para funcionamento da ONG é o 13° Batlhão da Polícia Militar, localizado na Avenida João XXIII, e para se associar, a mulher interessada pode entrar em contato com a Preta pelo telefone 27 995052550 e solicitar sua inscrição. 

 

PORTAL SBN | SISTEMA BRASILEIRO DE NOTÍCIAS

 

Deixe seu comentário

Leia também